Dino Drpic, o profanador do Templo.

Há um ditado, velho conhecido nosso que diz que “onde se ganha o pão, não se come a carne”.

Nives Celzijus
Nives Celzijus

Dino Drpic não deve ter conhecimento de tal dito popular brasileiro. É claro que o ditado se refere a colegas de trabalho e ao quanto pode ser inconveniente cultivar interesse por elas. O jogador croata não cometeu esse engano, na verdade Dino já era o dono da carne, trouxe-a de casa, porém comeu-a no lugar errado.

O meio campo é o lugar dos craques, já se cantou por aqui. O meio campo é de onde Pelé tentava fazer o gol que nunca conseguiu. Para Drpic, porém, o meio campo será agora um lugar marcado por lembranças. Doces lembranças de momentos intensos nos braços da bela Nives, contudo lembranças amargas das consequencias desses momentos.

A Direção do Dínamo Zagreb, clube de Drpic, não gostou de saber do ocorrido, talvez até porque só tenha sabido após o final do ‘encontro’, considerou o fato como “uma profanação ao templo sagrado do clube” e aproveitou para colocar o atleta à venda.

A ex-coelhinha Nives, autora do livro “Gola Istina” (A Verdade Nua), não se arrepende de nada, na verdade está feliz por ter podido satisfazer a fantasia do marido ‘Bad Boy’, sobre a transa propriamente dita, declarou que “foi bem sacana”.

O que resulta disso tudo então, é que Dino Drpic está disponível para a janela de contratações, se algum clube ou produtora de entretenimento adulto estiver interessado…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s