Às vezes, no silêncio da noite…

.

Às vezes, no silêncio da noite…

… FHC sonha que é o Lula. Obama também. (O Serra não tem esse direito).

… Fernando Carvalho chega a imaginar que é Fábio Koff.

… eu penso que só o apoio de Lula não será suficiente para Dilma Rousseff.

… me assaltam lembranças d’A Batalha dos Aflitos’.

… eu fico imaginando nós dois.

… as luzes se apagam e, segundo a mídia social-democrata, a barbárie domina o país.

… eu durmo em paz, feliz por ser honesto.

… aparecem doze (que bastante!) baldes d’água na lua.

… um carinho cai bem.

… me apiedo de Maria Bethânia. Que maninho esse teu, hein?

… faço coisas que não vou contar aqui.

…eu ia pra Ghoete comemorar. Se bem que essas não eram noites silenciosas.

… Caetano Veloso pensa: como aquele analfabeto conseguiu?

… sozinho,  eu escuto Caetano:

Às vezes, no silêncio da noite, tenho que admitir que esse analfabeto social é um baita artista.

Às vezes, sozinho no silêncio da noite, eu me pregunto onde está você agora?
Anúncios

2 comentários em “Às vezes, no silêncio da noite…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s