O último corte.

 

E se eu revelasse quem sou, se mostrasse meus defeitos e medos, você ainda gostaria de mim?

Pensei que devesse revelar meus sentimentos, pensei que devesse rasgar a cortina até arrancá-la. Segurei a lâmina entre minhas mãos trêmulas, preparado para cortar, então o telefone tocou…

Eu nunca tive a coragem de fazer o último corte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s