f = ((Tc * a) / Es) * (1 + (Id + Tc * a) / 100)

A atual oposição criou, em 1999, o famigerado, inexplicável, injustificável, inqualificável fator previdenciário.

(Fator previdenciário: f = ((Tc * a) / Es) * (1 + (Id + Tc * a) / 100))

Muito embora o PIG insista em pregar que o objetivo desta aberração é o de incentivar o trabalhador a adiar a data de sua aposentadoria, isso não passa de falácia, a verdade é que isso não passa de pura e simples alteração de regra no meio do jogo.

Todo o trabalhador brasileiro tem, ou ao menos tinha, o direito de aposentar-se assim que cumprisse o tempo necessário de contribuição, devidamente afirmado em lei.

Desde o evento da Consolidação das Leis de Previdência Social, ainda lá nos tempos de Getúlio Vargas e Leopoldo Collor, todos trataram, inclusive o Governo Federal, de sonegar o repasse das verbas recolhidas.

É claro que um dia a coisa havia de estourar.

A verdade é que, embora os empresários brasileiros, com o apoio dos também empresários do PIG, passem todos os dias de suas vidas a reclamarem da carga tributária brasileira, eles sonegam, tanto quanto podem, o repasse daquilo que recolhem. Sonegam também a contribuição previdenciária, que para os trabalhadores é obrigatória e inevitável.

Mas é claro que se só alguns pagam, outros recebem, muitos sonegam e outros tantos roubam, uma hora o bolo acaba.

O bolo acabou. Tá faltando dinheiro pra roubar.

Quem vai contribuir, agora, para a recomposição do bolo?

No passado a atual oposição já havia decidido que quem deveria ser, mais uma vez, responsabilizado pelo erro dos outros, era o trabalhador brasileiro. Infelizmente o atual governo concorda com isso.

Luis Inácio Lula da Silva, o metalúrgico, o trabalhador, o sindicalista, tal qual um FHC qualquer, posiciona-se contra o fim do fator previdenciário. Esse miserável fator que outra coisa não é senão a legalização de um roubo, um assalto ao bolso do trabalhador.

Obrigado, Lula. Obrigado pela faca nas costas, obrigado pelo beijo na face. Subirei ao meu calvário. Não subirei feliz, mas ao menos o farei com dignidade. Ao menos eu não menti, ao menos eu não traí ninguém.

Perdão, amigo Lula, mas eu não sou desses petistas de última hora que preferem fingir que não veem o que está acontecendo.

Anúncios

Uma opinião sobre “f = ((Tc * a) / Es) * (1 + (Id + Tc * a) / 100)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s