O que esperar de um governo que mente?

O mais interessante é que todos já sabiam. Até eu que nada sei, disso já sabia. Não havia quem não concordasse com a necessidade de se fazer algo pela melhoria do funcionamento da Fase (Fundação de Atendimento Sócio-Educativo),que não concordasse que não havia como ignorar a precariedade da situação em que se encontram os menores internos da Fundação.

Todos sabem disso.

Porém, todos sabem também, que não é lá muito correto que um governo, seja ele qual for, independente de partido ou ideologia, pretenda resolver seu problemas de gestão a partir da venda de parte do território de uma cidade. Honestamente, essa proposta chegava a ser ridícula – para não dizer coisa ainda pior. Todos já sabiam que os recursos para o custeio da tal descentralização da Fase deveriam, por questão de lógica e honestidade, saírem dos cofre do governo estadual. Os moradores do Morro Santa Tereza sabiam disso, assim como os moradores de toda a Capital e da Região Metropolitana, até mesmo os moradores do interior do estado sabiam disso, os meninos internos da Fase e alguns vereadores de oposição também sabiam disso.

Até bem pouco tempo os únicos que pareciam não saber que o PL388/2009 não passava de apenas mais uma grande e desnecessária trapalhada do atual governo tucano eram os senhores ‘especialistas em todos os assuntos’ que habitam a mídia oficial e o próprio governo gaúcho. Pois agora nem mesmo eles. Pelo menos o governo já confessou que não acredita mais nesta bobagem. Pior ainda, reconheceu que jamais acreditou, que sempre soube que a alienação do morro e a descentralização da Fase nunca estiveram, na verdade, relacionadas. Tudo não passou de um embuste, ou melhor, de uma fracassada tentativa de embuste. Mais um dos tantos fracassos políticos deste governo marcado por trapalhadas grotescas e escândalos mal esclarecidos.

Então por quê tudo isso? Por quê tentar enganar a sociedade com uma mentira tão facilmente percebida? Que tipo de governo é esse que tentou usar das dificuldades que ele mesmo ajudou a criar para os menores, com o único intento de convencer a sociedade a autorizá-lo a vender um dos últimos espaços ainda preservados da capital? Com que intenção queria, então, vender o morro, se sabia que não precisaria do dinheiro de sua venda? Será que pretendia ficar com o dinheiro? Será que gostaria de usá-lo na campanha?

Sei lá, de um governo que mente assim tão descaradamente, creio que se pode esperar qualquer coisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s