Tudo tem um lado bom

 

renightParticularmente, eu não considero o Flamengo como campeão brasileiro de 1987. E desconfio muito dos reais motivos deste tardio reconhecimento por parte da CBF. Campeão da Taça União ele foi, isso foi mesmo. No entanto, o regulamento do Campeonato Brasileiro daquele ano previa o enfrentamento entre os dois primeiros do módulo Verde, que teve o Flamengo como vencedor, e os dois primeiros do módulo Amarelo, Sport e Guarani.

O Flamengo negou-se a disputar essa que seria a fase final do campeonato daquele ano. O vicecampeão da Taça União, um clube aqui de Porto Alegre, influenciado pelo clube carioca, à época o mais influente, politicamente falando, clube brasileiro, também não quis disputar o quadrangular final. De olho na vaga à Libertadores, que achava ter conquistado, o clube da beira do rio Guaíba “entrou na pilha” dos cariocas, não quis respeitar o regulamento e, além de perder a vaga à Libertadores, ainda acabou punido com a suspensão de sua atividades por longo período.

No final, o Sport, campeão brasileiro de 1987, e Guarani, vicecampeão, acabaram representantes brasileiros na competição mais importante do continente. O clube gaúcho, através do famoso “jeitinho brasileiro”, acabou convidado a representar o país nas Olímpiadas de Atlanta, ganhou um bom dinheirinho por esta representação e conseguiu livrar-se de um enorme prejuízo financeiro que a suspensão de suas atividades fatalmente ocasionaria. Ah, o Flamengo? Pro Flamengo não deu nada, afinal, como eu disse, naquela época o Mengão tinha muita força política junto à CBF e muito valor comercial para a Rede Globo, maior, talvez, do que hoje tem o Corinthians.

Não posso concordar que o Flamengo, por ter descumprido o regulamento, venha a ser considerado como o legítimo campeão de uma competição que, na verdade, ele não chegou a ganhar, faltou fazer a última parte. Faltou ganhar a verdadeira final.

Mas tudo tem seu lado bom. Renato está vibrando com mais esse título em sua carreira já tão gloriosa. Renato está feliz. E se ele está feliz, meus amigos, talvez aumentem nossas chances na Libertadores 2011. Renato é a alma de nosso time, sendo assim, nosso time tem alma feliz. E com a alma leve e feliz, todos sabemos, fica mais fácil alcançar os objetivos traçados, sejam eles quais forem. O nosso é a Libertadores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s