Marcelo Grohe é (por justiça) o novo titular do Grêmio

Marcelo Grohe barrou todas as tentativas do Figueirense. Nem de pênalti o time catarinense conseguiu marcar.

Há vários anos no Grêmio, Marcelo Grohe já passou pela mão de inúmeros treinadores. Muito provavelmente, eu acredito, de todos eles deve ter ouvido alguns chavões do tipo: “aqui ninguém é titular, o importante é o grupo” ou “quem se escala é o atleta” ou ainda “todos têm de estar preparados para aproveitarem a chance na hora em que ela surgir”. Pois bem, sem reclamar, sem esmorecer e, principalmente, sem falar em deixar o clube, Marcelo chegou até aqui.

2011 está sendo um ano repleto de oportunidades para nosso dedicado goleiro reserva. As frequentes convocações e uma inesperada lesão durante o Campeonato Gaúcho deixaram Victor fora da equipe durante várias partidas nesta temporada. Chamado a substituí-lo, Marcelo Grohe fez aquilo que os treinadores, todos eles, vivem pedindo: aproveitou as chances.

Marcelo fez excelentes atuações tanto na Copa Libertadores quanto no Gauchão. Foi muito bem em todos os grenais que disputou e foi decisivo no Gre-nal final na beira do rio, que o Grêmio venceu por 3 a 2. Por mérito e por justiça deveria ter jogado o último Gre-nal, o do Olímpico. Renato, na oportunidade, resolveu promover o retorno de Victor, o melhor goleiro do Brasil. Ninguém reclamou, nem mesmo Marcelo Grohe. O valente e esforçado goleiro reserva voltou aos treinamentos, aguardou uma nova chance e, mais uma vez, quando ela lhe foi oferecida, agarrou a oportunidade.

Sejamos justos, Marcelo vem fechando o gol. Ainda que seja inegável a qualidade de Victor, ninguém tem contrato de titular no Grêmio. Marcelo merece continuar no time. Há muitos dias brincando de treinar na Seleção, sem entrar em campo por um minuto sequer, Victor há de ser suficientemente inteligente, solidário e profissional para entender que o momento é do companheiro.

Se Victor voltar à titularidade na próxima rodada não será nenhum absurdo, porém, se o nosso milagroso ficar no banco assistindo, sábia e humildemente, a mais uma demonstração da evolução do talento de Marcelo Grohe, não será, também, absurdo nenhum. Pelo contrário, será apenas a confirmação de que vale a pena, aos jovens reservas, acreditar nas palavras do treinador, que vale a pena treinar forte e esperar a oportunidade.

Marcelo Grohe aproveitou cada uma das oportunidades que teve durante o ano. Merece ser titular. Quanto a Victor, que treine forte, que esteja preparado para quando a oportunidade chegar. Quem sabe ele não reconquista a titularidade? Victor convive bem com a condição de reserva na Seleção Brasileira, profissional que é, por que não faria o mesmo no Grêmio?

(*) Isso é o que penso, porém não acredito que vá acontecer.
Anúncios

2 comentários em “Marcelo Grohe é (por justiça) o novo titular do Grêmio”

  1. Vou além de defender que o Marcelo Grohe pode ser titular (tá merecendo mesmo): acho que tá na hora de negociar o Victor. Ele tem 28 anos, logo, está no auge da carreira, e pode render uma boa grana ao Grêmio. E como o Marcelo prova, goleiro não é o nosso problema…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s