Bertoglio fez quase tudo na jogada do gol de Fernando, o quarto do Tricolor

A minhoca do Bertoglio

Ao final da partida, como de praxe, Luxemburgo concedeu uma (nem tão) longa coletiva. Que pode ser ouvida no site oficial do clube. Sobre Bertoglio, Luxemburgo disse: “Ele vai ter que ‘cavucar’ minhoca em barro duro, ver se encontra pra pescar”. Gozado isso, né? Jeito mais caipira de falar, sô…!!

O que entendi que ele disse, e creio que devo ter entendido certo, é que Bertoglio ainda vai ter que ganhar a posição de titular no time, que ainda precisa mostrar qualidade (“achar minhoca”). Deve ter sido isso o que ele quis dizer e, se for, eu pergunto: precisa mostrar mais ainda?

Por Alves Rodrigues

Bertoglio fez quase tudo na jogada do gol de Fernando, o quarto do Tricolor
Bertoglio fez quase tudo na jogada do gol de Fernando, o quarto do Tricolor

Depois de uma atuação verdadeiramente preocupante diante do modestíssimo River Plate sergipano, o Grêmio, enfim, conseguiu sua segunda vitória convincente na temporada, a primeira havia acontecido no Gre-nal disputado na beira do rio.

Na manhã de ontem, ouvira dos ‘especialistas’ esportivos do rádio gaúcho, que seria praticamente impossível que o Tricolor alcançasse a liderança do grupo ainda na rodada de ontem, uma vez que a diferença no saldo de gols entre o Grêmio e o Veranópolis, então líder do Grupo 2, era de cinco gols. Ninguém acreditava que o Imortal pudesse vencer ao Novo Hamburgo por tão larga vantagem. Ainda mais, diziam eles, considerando-se a excelente campanha que vinha (e ainda vem) fazendo o clube do Vale do Sinos, que estava invicto há onze partidas e que até então apenas havia sofrido oito gols em toda a competição. Pois bem, o Grêmio chegou à liderança, fez a tal diferença  necessária e – quer saber? – não fiquei impressionado. Ainda que eu leve em conta tudo o que se diz a respeito do Novo Hamburgo, ele, com todo o respeito, ainda é apenas o Novo Hamburgo, um time do interior do estado. Golear um time do interior do estado dentro do Monumental não impressiona em nada, não mesmo.

O que me está impressionando, devo confessar, é a excelência das atuações de Facundo Bertoglio. Isso sim me deixa feliz, muito mais do que a vitória de goleada, muito mais do que uma “quase impossível” liderança. Facundo Bertoglio, isso sim é impressionante no Grêmio de 2012.

Ao final da partida, como de praxe, Luxemburgo concedeu uma (nem tão) longa coletiva. Que pode ser ouvida no site oficial do clube. Sobre Bertoglio, Luxemburgo disse: “Ele vai ter que ‘cavucar’ minhoca em barro duro, ver se encontra pra pescar”. Gozado isso, né? Jeito mais caipira de falar, sô…!!

O que entendi que ele disse, e creio que devo ter entendido certo, é que Bertoglio ainda vai ter que ganhar a posição de titular no time, que ainda precisa mostrar qualidade (“achar minhoca”). Deve ter sido isso o que ele quis dizer e, se for, eu pergunto: precisa mostrar mais ainda?

Bertoglio, a meu ver, já é titularíssimo do Grêmio, já mostrou qualidade, já fez gols e prestou assitências, já mostrou que é veloz, inteligente e combativo. O que falta então?

Facundo Bertoglio já achou as minhocas, Vanderlei. Já achou para ele, já achou minhocas para os companheiros, já achou minhocas para a torcida, até para o treinador já achou. Bertoglio é uma grata surpresa, que minhoca é essa que está faltando ainda?

Bertoglio já é titular do Imortal, para de botar minhoca, Vanderlei.

Anúncios

2 comentários em “A minhoca do Bertoglio”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s