Só Siegmann explica (de volta ao Monumental?)

novas traves no monumental
(Foto: Adriano de Carvalho)

Cresce ou decresce o valor que atribuo a comentários e opiniões de determinada pessoa ou empresa jornalística à medida que percebo os critérios que usa para a distribuição de seus elogios ou críticas. Desnecessário dizer que, no passar desses anos todos, muito mais pessoas decresceram do que cresceram nesse meu modo de julgar.

Tem gente que só elogia iniciativas vindas de determinados partidos. Tem gente que é contra o PT, por exemplo, e pronto. Tudo que venha do PT será criticado, não por estar errado, mas apenas por ser iniciativa de algum petista. Tá errado e pronto. Até o que está certo.

Tem o contrário também. Tem gente que elogia tudo que vê nesse partido. Até o que está errado.

Ma isso, é claro, pode se alterar em razão de interesses momentâneos e circunstanciais.

No futebol não é diferente.

Mas o tempo, que julgo ser a mais poderosa das forças da natureza, não nos traz apenas rugas, hipertensão e dores no corpo, ele nos traz também alguma experiência, um pouco de amadurecimento. Já vivi o bastante para saber que o mais importante de qualquer noticiário, quer seja econômico, político ou esportivo, muitas vezes não está naquilo que se ouve ou lê, mas naquilo que nos foi omitido.

O grande fato, de cobertura destacada pela mídia esportiva nesta manhã de quinta, é um estádio de futebol. E pasmem: os olhos da mídia estão voltados para o nosso velho Estádio Olímpico Monumental.

Bah, fala sério!!

Dilma-AG-SCI

(Foto: Tomas Hammes)
(Foto: Tomas Hammes)

A esmagadora maioria da mídia gaúcha não gosta do Corinthians nem de seu mais famoso torcedor, o Lula. Muito já foi dito, muito se diz e muito ainda se dirá sobre o papel do ex-presidente na construção do Itaquerão. Nada elogioso, é claro. A construção desse estádio tornou-se a oportunidade perfeita para os críticos que, a um mesmo tempo, conseguem reforçar as manchas que tentam pregar às imagens de um clube, um ex-presidente da República e um partido que eles odeiam.

Mas lembram do que eu escrevi logo acima, sobre ” interesses momentâneos e circunstanciais”? Pois é, mas será que quase ninguém vê profundas semelhanças entre a construção do Itaquerão e a tão elogiada “modernização” do estádio da beira do rio? Por cerca de quase um ano as obras estiveram paralisadas, Andrade Gutierrez e os responsáveis pelo estádio em reforma não chegavam a um acordo. Bastou, no entanto, um simples telefonema da presidenta Dilma Rousseff e o longo impasse restou resolvido. As obras reiniciaram.

E o que a imprensa gaúcha achou disto tudo? Por certo deve ter achado lindo. Ninguém discutiu o modo pelo qual o impasse foi resolvido, ninguém se interessou em saber o que Dilma teria dito ou prometido à construtora. Ninguém se importou. Ninguém quis, desta vez, criticar a iniciativa vinda de um membro do PT. E por que não? Porque neste momento, e sob estas circunstâncias, não era interessante criticar. E então que o acordão Dilma-AG-SCI é mais um exemplo de fato jornalístico onde o mais relevante não é o que foi noticiado mas o que foi omitido.

De volta ao Monumental?

Eu não gosto muito de tocar nos assuntos lá da beira do rio. Quase nem falo neles. Nem para elogiar nem para criticar. Se as obras da reforma foram paralisadas ontem, isso não é problema meu, não me interessa. Mas isso deveria interessar à imprensa, eu acho, e ser pauta dos programas esportivos de hoje. No entanto, para minha surpresa, só ouvi gente discutindo a Arena e uma possível reativação do Estádio Olímpico. Esse comportamento, essa escolha de pauta me faz lembrar sabem de quem? Do Dr. Roberto Siegmann, especialmente daquilo que ele dizia sobre CDs e livrinhos.

Funcionários da AG fazem paralisação por melhores salários e colocam em risco o cronograma da reforma. Isso não merece importãncia. Grêmio instala novas goleiras no gramado do Olímpico. Bah, que estardalhaço.

Qual o problema do Imortal continuar utilizando o espaço do Monumental? Que mal há em reinstalar as goleiras? Se o time treinar no gramado do Olímpico, o que tem de mais? E se o Tricolor realmente voltar a jogar na Azenha, já pensaram? QUE DEMAIS!

Não consigo entender o por quê de tanta gente criticando o Grêmio, a Arena e o Olímpico, quando o assunto verdadeiramente merecedor de crítica é a reforma lá na beira do rio. Não consigo.

Não consigo entender por que as coisas do Grêmio são tão merecedoras de ásperas críticas e as coisas do outro clube não.

Sei lá, certos comportamentos da mídia esportiva gaúcha só Siegmann explica.

Anúncios

2 comentários em “Só Siegmann explica (de volta ao Monumental?)”

  1. Há muito tempo vejo a midia vermelha tomando conta nas opiniões em rádio e tv, lembram como foi o tamanho do barulho feito, quando funcionários da arena paralizaram? e quando o menino foi atropelado perto da arena? agora quem paralizou? foi a imprensa prq não fala nada, não tem debate sobre greve, sobre más condições de trabalho e antes era um assunto e tanto. Peço ao Pres Koff que selecione jornalista e reporteres para acompanharem as noticias do Grêmio prq se continuarem esses mesmos que hoje atuam lá, vão destruir c/ o Luxemburgo depois Rui Costa depois koff até conseguirem estalar crise em cima de crise no Grêmio

    Curtir

  2. A muito escrevo que Gremistas tem que deixar de ligar rádio e tv em canais que são reconhecidamente vermelhos e, sito como ex. Gaúcha e RBS pois eles precisam de audiência e se nós deixarmos de sintoniza-los com certeza terão que mudar. Então vamos desligar destas e, outras emissoras que não nos merecem como ouvintes, poderíamos passar a ouvir e ver a tv e rádio do próprio Grêmio ou outras com menos audiência mas mais honesta e confiável. O nosso torcedor precisa saber a força que tem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s