Arquivo da tag: Cuca

Um Flamengo “muito estranho”.

 

essa foi a cena mais assistida no jogo de ontem

 

Não dá para discordar de Ronaldo Angelim quando diz que “foram dois jogos muito estranhos”.

Se a facilidade com que o Flamengo permitiu a virada do Sport, na Ilha do Retiro, permitindo que marcasse quatro gols em oito minutos, nos deixou surpresos, a facilidade com que o time carioca perdeu para o Coritiba, ontem, no Couto Pereira, nos deixa desconfiados.

Não assisti ao jogo, apenas assisti aos gols da partida. A colaboração dos jogadores flamenguistas nos gols do adversário ficou evidente. Não digo que tenha havido a intenção, mas, mesmo que tenha sido sem querer, os flamenguistas facilitaram muito as coisas.

O primeiro gol do jogo, marcado contra, por Welinton, é muito difícil de entender, se ficarmos só pelo que vemos na imagem da TV, não há como deixar de imaginar que aquilo não foi um acidente. A imagem nos deixa a nítida impressão de que Welinton sabia o que estava fazendo, o lance é típico de um atacante goleador, matador frio que, na cara do gol, com toda a calma e categoria, apenas coloca a bola nas redes. Não deve ter sido isto o que aconteceu, mas, lamentavelmente, foi a impressão que passou.

E isso é para ficarmos apenas no primeiro gol. Há muitos outros (foram cinco gols, cinco). As falhas de Bruno foram gritantes. Parecia que ele estava tentando per…

Melhor parar. Não é justo acusar os atletas. Afinal, quem juga por imagens, deve levar em conta o fato de que ainda não foi inventada uma câmera que filme o pensamento dos atletas, pois só assim poderíamos ‘ver’ a sua intenção. Imagens podem muito bem denunciar os fatos, mas, raramente, nos revelam suas causas.

O Flamengo tem problemas com a folha de pagamento, o Imperador também parece ser mais um problema, há quem diga que o tratamento diferenciado que recebe do clube incomoda a seus companheiros, é compreensível, ou talvez o que incomoda seja mesmo o Cuca. Sei lá, não sei por que o Flamengo foi, mais uma vez goleado. Não sei por que ele perdeu, mas que parece que perdeu por que quis, parece.

 

O mesmo de sempre.

 

 tri campeão carioca 2009

Terminou o Campeonato Carioca. Final sem surpresas, ganhou o mesmo de sempre. Estava, até sábado, achando muito difícil prever quem levaria o título. A decisão deste ano parecia que não iria apontar, entre Flamengo e Botafogo, qual dos dois tem o melhor time. O que estava em disputa parecia ser, entre Botafogo e Cuca, quem levaria mais azar. No final descobriu-se aquilo que já se sabia: que o Flamengo é o Flamengo (especialmente nos momentos de decisão) e que o Botafogo é mesmo um clube muito azarado, mais até do que Cuca.

O Botafogo começou a levar azar já na final da Taça Rio, quando, por um gol contra, deixou escapar a própria Taça Rio e o título do estadual, continuou dando azar no primeiro jogo das finais quando, após ter virado o placar, mais uma vez, por um gol contra, cedeu o resultado. Ontem não houve nenhum gol contra, quem até deu um pouco de azar foi Cuca, que no segundo tempo teve o ‘azar’ de encontrar em Ney Franco um treinador bem melhor do que ele. Mas o Botafogo não iria admitir isso, ninguém pode ter mais azar do que o alvinegro da Estrela Solitária e, para provar isso, logo no início do segundo tempo já saiu perdendo um pênalti. Conseguiu chegar ao empate, mas não foi além. E, como a provar que o time vencedor não podia mesmo ser adivinhado de véspera, a decisão chegou aos pênaltis. Então o Botafogo, para não variar, continuou ‘dando azar’, o azar de que seus jogadores continuaram mirando no goleiro e, para sublimar o tal azar, continuaram acertando.

O jogo eu não assisti, mas numa final de campeonato onde um goleiro defende três pênaltis, não creio que tenha havido algum personagem mais importante. Bruno é o herói do título. E ponto.

É como já disse Cuca: “O Flamengo tem muita sorte.”

.